top of page
  • Foto do escritorAchei Pneus

Análise sobre venda de pneus no primeiro trimestre de 2024

Atualizado: 2 de mai.

O setor de pneus apresentou um começo de ano modesto em comparação com o ano anterior, mas ao destrinchar os dados divulgados pela ANIP (Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos), entendemos algumas tendências e particularidades no perfil dos consumidores. Entenda um pouco sobre como foi o primeiro trimestre do mercado de pneus de 2024 em comparação com o ano anterior. 



Nesse artigo você vai ler:


2023 x 2024: Comparando o primeiro trimestre de venda de pneus

Em 2023, foram vendidos 13,9 milhões de pneus no primeiro trimestre daquele ano, onde as principais categorias vendidas foram os pneus para carros de passeio, pneus comerciais leves e pneus de moto.  Quando levamos 2024 em consideração, contamos com números mais enxutos, porém com novas tendências e perfis de consumidor. 


Com um total de vendas 12,2 milhões de pneus, entende-se que houve uma redução no consumo total de pneus. Ainda assim, alguns setores demonstraram crescimento em comparação com o ano anterior, indicando que o mercado consumidor tem outros costumes e hábitos a serem observados. Os dados da ANIP são divididos nas seguintes categorias: pneus para carros de passeio, motos, veículos comerciais leves, veículos de carga e agrícolas. É muito importante entender como cada segmento se comportou de um ano para o outro para entender o perfil do consumidor brasileiro. 


Analisando os setores individualmente

Apesar dos números totais de vendas de pneus terem apresentado uma queda de, aproximadamente, 12% em relação ao ano anterior, esse fenômeno deve ser observado através de diversos ângulos. Dessa maneira, analisamos a mudança do mercado de maneira completa, entendendo onde há maior demanda. Confira abaixo:


Dados individuais de cada segmento


  • Pneus de passeio: Essa categoria apresenta uma redução significativa de 13,2% em relação ao ano anterior, com um total de 6,3 milhões de unidades de pneus vendidos. Ainda que o primeiro trimestre de 2024 esteja inferior ao ano passado, as vendas de pneus apresentam um aumento gradativo, com um crescimento mês-a-mês. Entre Fevereiro e Março de 2024, houve um crescimento de 0,9%. Considerando que de Janeiro para Fevereiro também houve crescimento, é possível desenhar um cenário otimista a médio ou longo prazo para essa categoria de pneus em 2024. 


  • Pneus de moto:  Também houve redução nesse setor de venda de pneus, com uma queda de 5% de 2023 para 2024. Entretanto, observamos um comportamento de mercado muito similar com o que vimos com os pneus para carro de passeio anteriormente, onde é perceptível um crescimento constante no primeiro trimestre do ano, onde houve um crescimento de 5,7% entre fevereiro e março de 2024. Com um perfil crescente, há um precedente para bons resultados a longo prazo. 


  • Pneus de carga: Esse tipo de pneu foi o único que apresentou um aumento e crescimento quando comparado com o primeiro trimestre do ano passado. Com um número aproximado de 1,6 milhões de pneus vendidos até Março de 2024, observando assim um crescimento de 0,8% em comparação com o ano anterior. Além da comparação direta com o primeiro trimestre do ano passado, também é perceptível um crescimento gradativo durante o ano de 2024, onde cada mês do ano apresentou melhores números que o anterior. 


► Devido às regras de consolidação de dados, os pneus voltados para veículos agrícolas e comerciais leves não puderam ter suas vendas para montadoras divulgadas. Por conta disso, não é possível ter uma dimensão precisa e realista da venda total dessas categorias, por essa razão foram omitidas do artigo.


Apesar do momento de recessão, analisamos oportunidades em áreas específicas. Isso fornece uma maior compreensão do mercado, permitindo entender as movimentações e flutuações desse segmento e onde há maior oferta e demanda de pneus. Além disso, é possível perceber uma tendência de crescimento a médio ou longo prazo. 



Novas tendências e perfis para venda de pneus

Através da análise dos dados, é inegável que o primeiro trimestre de 2024 apresenta uma redução quando comparado com o ano anterior. Ainda assim, os números de vendas têm crescido constantemente durante esse ano, aumentando todos os meses. Essa tendência é positiva, uma vez que pode resultar em um diagnóstico positivo a longo prazo, no meio e final do ano, onde as vendas costumam ser maiores. Com isso em mente, a tendência do mercado é de voltar o crescimento.


Em alguns casos, entretanto, a queda na venda total de pneus parece não ter afetado o setor. Segundo os dados da ANIP, houve uma queda de 12,6% na venda de pneus no primeiro trimestre, mas os pneus de carga demonstraram taxas positivas e de crescimento, enquanto segue a mesma tendência das outras categorias de aumento gradativo.


Entendemos que o perfil do consumidor em 2024 é mais tímido que no ano anterior, com hábitos de troca de pneu a longo prazo. Enquanto isso, o setor logístico e de transporte mantém-se em alta demanda por pneus de carga, sinalizando que há movimento no transporte de cargas, que é um setor com muito espaço para investimento e incentivo.


Gostou do conteúdo?


Se ainda ficou alguma dúvida, deixe nos comentários que auxiliamos você. Ou, se preferir, fale conosco pelo WhatsApp (47) 9999-5584 e converse com um de nossos especialistas!


Não deixe de acompanhar nossas redes sociais: Facebook e Instagram. 📲

275 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page