Medida original do pneu: posso mudar?

Atualizado: 17 de Dez de 2020



Bom dia. Eu tenho um pneu 175/65R14. Posso mudar para um 195/50R15?”.

Essa é uma das perguntas mais comuns que recebemos em nossos canais de atendimento.

A gente sabe que as rodas maiores chamam atenção, são mais vistosas e bonitas. Mas não dá para comprometer sua segurança em nome da estética, né?


Mas é possível fazer algumas alterações de tamanho sem comprometer a segurança do veículo e principalmente das pessoas!


Há uma recomendação padrão das montadoras sobre o percentual de modificação das medidas dos pneus. A tolerância é de 3% para mais ou para menos em relação à medida original.


“Mas como é que calculo isso?”. A Achei Pneus e também auto centers de confiança possuem um sistema de conversão que calcula automaticamente o índice de tolerância de 3%.


Nossa recomendação é sempre consultar alguém especializado para lhe orientar! Tanto porque, há outras questões importantes de serem consideradas, como o modelo do veículo, na hora de mudar o tamanho do pneu.

Mas se mesmo assim você quiser aprender a conta, continue lendo que nós vamos te explicar. Vamos passo a passo para você entender. Usaremos o exemplo de um pneu de aro 14 com a seguinte medida: 175/65R14.


Mas… antes de partirmos para a conta, é preciso que você saiba quais prejuízos seu carro e também você pode sofrer caso não respeite o índice de tolerância. Exemplos disso é que a:


Estabilidade, o registro de velocidade e o sistema de freios podem sofrer danos


Quando um veículo é projetado, suas rodas e pneus são pensados para atender de forma adequada sua estrutura, o sistema eletrônico e oferecer boa dirigibilidade. O velocímetro, o sistema de ABS (responsáveis pelo melhor funcionamento do sistema de frenagem) e o de tração, por exemplo, utilizam a medida original do pneu como referência para o funcionamento do veículo.


Se o pneu for muito maior que o original, ele será também mais pesado. Isso exige mais esforço dos freios quando precisarem serem acionados, especialmente se for bruscamente. O mesmo acontece com o sistema de tração e suspensão, como a diminuição da vida útil do motor.


Divergência no hodômetro (velocímetro)


Quando se usa um pneu com dimensões muito diferentes do modelo original, pode haver um erro de marcação de velocidade no hodômetro. Se o diâmetro do pneu for maior que o índice recomendado de 3%, o hodômetro poderá marcar uma velocidade inferior ao que o carro realmente está andando.

Isso ocorre porque o hodômetro registra a velocidade a cada volta completa do pneu. Como o diâmetro, neste caso, será maior, ele demora mais para completar a volta e também para registrar a velocidade.

Já se o pneu for de um diâmetro menor que os 3% tolerados, ocorre o inverso. As voltas no pneu são completadas de forma mais rápida e o velocímetro pode registrar uma velocidade maior que a real.


Estabilidade do carro

No caso de modificação significativa na largura da banda de rodagem do pneu, o carro pode sofrer alterações na estabilidade. Se ele for mais largo que o original, pode dar mais estabilidade ao veículo.

Mas atenção! Pneus com banda de rodagem mais larga também consomem mais combustível. Agora, se a banda for mais estreita, pode oferecer menos estabilidade ao carro.

Além disso, uma largura de pneu fora das dimensões recomendadas também pode provocar um esforço maior no mecanismo de rotação do carro. Isso porque o pneu será mais pesado e exigirá mais esforços para sua rotação.


Consequentemente, pode haver danos na caixa de marcha e também desgaste prematuro nos freios e itens de suspensão, principalmente em veículos automáticos.

Além disso, os pneus não podem ultrapassar o limite do para-lama, nem encostar nele. Isso faria com que o pneu se desgastasse mais rapidamente, podendo até rasgar. O mesmo acontece caso ele encoste na suspensão do carro.


Que outra medida de pneu posso utilizar em um veículo com medida original 175/65R14?


Então, vamos à conta!


Temos como exemplo um pneu de aro 14 na medida 175/65R14.


A primeira coisa que você precisa descobrir é a altura total deste pneu. Ou seja, quanto ele mede apoiado no solo até sua parte superior. A unidade de medida é em milímetros.


Se você ainda não sabe o que significa cada um dos números da medida do pneu, confira nosso infográfico abaixo ou leia esse post em que explicamos tudo.



Anote ai! A equação para esse cálculo é a seguinte:


O valor do perfil (que é porcentagem do valor da largura) x 2 + valor da polegada do aro x 25,4 (para converter a polegada em milímetros)


No nosso exemplo da medida 175/65R14, ficaria assim:


65% de 175 x 2 + 14 x 25,4


65% de 175 = 113,75

113,75 x 2 = 227,50

14 x 25,4 = 355,60

Total: 583,10 milímetros ou 58,31 centímetros.


Esse é o valor da altura total do pneu. Qualquer substituição que você queira fazer deve variar apenas 3% para mais ou para menos deste valor.


Ou seja, você pode usar um pneu com altura de 565,6 milímetros, equivalente a 56,56 centímetros, (3% a menos) até um de 600,5 milímetros, equivalente a 60,05 centímetros (3% a mais).


E ai? Como é que eu vou saber qual pneu tem a altura que eu preciso?


Essa é a dificuldade da conta feita à mão, sem uso de conversores automáticos. Você vai precisar fazer essa mesma conta com o pneu pelo qual quer substituir o original, para ver se ele está dentro do índice de conversão de 3%.


Mas! Temos uma questão lógica que vai te ajudar nesta função.


O diâmetro externo do pneu que você escolher tem de ser o mais próximo possível do original!

Por isso, se você quiser aumentar o aro da roda e do pneu e usar um aro 15 em vez do 14, você tem que escolher um pneu com um perfil mais baixo, para compensar o aumento no aro.

Vamos então testar algumas medidas.


Pneu 195/50R15:


A altura total ficou dentro da conversão! Pode usar.











Pneu 175/65R15:

Como nós mantivemos o valor do perfil (65) em um aro maior (15), a altura total ultrapassou os 3% recomendado. A altura máxima dentro desse índice deve ser de 600,5 milímetros.


Portanto, esse pneu fica fora da margem de conversão!





Pneu 175/60R15:


A altura ficou dentro do índice de conversão! Pode usar!










Pneu 195/45R15:

Nesta opção, de um pneu com uma banda de rodagem maior (195), a altura total ficou abaixo dos 3% do índice de conversão!









Feita a conta para saber por qual medida de pneu você pode substituir o original, é preciso se ligar em outras informações importantes. Verifique se o índice de carga e de velocidade do pneu substituto são os mesmos ou maiores que os do pneu da medida original.


Índices de carga e de velocidade dos pneus devem ser semelhantes


Isso é importante porque é uma forma de garantir que o pneu substituto aguenta a mesma carga e velocidade que o pneu original.

O índice de carga indica a carga máxima que o pneu pode suportar dentro das questões de segurança. No pneu, ele aparece logo após os números da medida. Já na descrição do produto em nosso site, ele aparece depois da marca e modelo.

Exemplo: PNEU 175/65R14 GOODYEAR KELLY EDGE TOURING 82T


O número 82 é o índice de carga. Mas! Isso não quer dizer que ele aguenta apenas 82 kg. Para saber o peso que o produto suporta há uma tabela com os valores correspondentes. No caso deste modelo, a carga máxima é de 475 kg por pneu.


Já a letra T, que fica logo depois do índice de carga, refere-se ao índice de velocidade. A letra T corresponde a uma velocidade de 190 km/h.


Mas atenção! O índice de velocidade é um indicativo associado às capacidades do pneu. Em caso algum autoriza o motorista a dirigir além dos limites legais de velocidade.


Para saber mais sobre isso, confira esse post com dicas de como comprar o melhor pneu para você.


E ai, conseguimos te ajudar? Ficou alguma dúvida?

Se você achou esse conteúdo interessante, compartilhe com seus amigos 😀

Posts recentes

Ver tudo

© 2018 Achei Pneus | www.acheipneus.com.br

  • Facebook Achei Pneus
  • Instagram Achei Pneus