top of page
  • Foto do escritorAchei Pneus

Sulcos dos pneus: Veja a importância deles para a banda de rodagem

A banda de rodagem é uma das partes mais importantes de um pneu e é onde diferentes tecnologias são aplicadas pelas fabricantes. Desde compostos com diferentes materiais e tipos de borracha até novos designs e demais invenções que melhoram cada vez mais a eficiência, segurança e desempenho dos pneus!


É na banda de rodagem também que encontramos os sulcos dos pneus, itens essenciais que auxiliam no desempenho dos pneus em relação a aquaplanagem, desgaste e outros quesitos! Continue a leitura e saiba mais sobre eles.


🔍 O que você vai encontrar sobre sulcos de pneus:


O que são os sulcos dos pneus e por que eles são importantes?

sulco de pneu

Para entender sobre os sulcos dos pneus, primeiro precisamos compreender que eles estão presentes na banda de rodagem do pneu, e essa banda de rodagem é classificada com desenhos que podem ser simétricos, assimétricos ou direcionais e eles são diferentes dos tipos de sulcos presentes nos pneus!


Os sulcos são os canais que se formam na banda de rodagem, a parte do pneu que entra em contato com o solo. Eles têm duas funções principais: escoar a água em pisos molhados, evitando a aquaplanagem, e garantir a aderência do pneu em diferentes condições, como em curvas e frenagens.


os desenhos são os padrões que os sulcos formam na banda de rodagem, e podem variar de acordo com o tipo de pneu, o veículo e o uso.


👉 Explicamos anteriormente sobre os tipos de banda de rodagem dos pneus e suas classificações. Clique e leia o conteúdo: Pneu simétrico, assimétrico e direcional: qual a diferença?


Em todos os tipos de pneu, os sulcos da banda de rodagem servem o propósito de garantir aderência e reduzir os riscos de aquaplanagem, com o objetivo de tornar a direção mais segura e confiável de maneira geral. Mesmo que cada tipo de pneu realize o escoamento e drenagem da água de sua própria forma, em todos eles os sulcos são agentes importantíssimos para essa função.


Quais os tipos de sulcos dos pneus e como eles se adaptam às condições da pista?

Embora a função de manter a aderência na hora de dirigir se mantenha uma constante entre todos os sulcos dos pneus, existem diferentes tipos. 


Os sulcos principais são os que atuam realizando a maior parte da drenagem de água na pista, mas eles também contam com outros sulcos menores e ranhuras que auxiliam nessa tarefa. Os principais são mais largos e profundos, também seguem a circunferência total do pneu. Eles são responsáveis por escoar a maior quantidade de água na pista e influenciam no desgaste e no ruído dos pneus também. Normalmente, os pneus possuem de 1 a 5 sulcos principais, dependendo do seu uso. 


Tanto os sulcos principais quanto os outros sulcos complementares que estão espalhados pela banda de rodagem podem ser classificados entre algumas categorias, tais como:


Sulcos transversais: são cortes que se estendem perpendicular aos sulcos longitudinais, formando blocos na banda de rodagem. Ajudam a aumentar a tração e a estabilidade do pneu, especialmente em curvas e frenagens. Também contribuem para o escoamento da água, criando canais secundários. São muito eficientes em condições molhadas, onde oferecem uma drenagem mais rápida e menor risco de aquaplanagem


Sulcos longitudinais: são aqueles que correm paralelamente à circunferência do pneu, seguindo o sentido de rotação. Melhoram a dirigibilidade e a resistência ao rolamento do pneu, reduzindo o consumo de combustível e as emissões de CO2. Eles também auxiliam no escoamento da água, evitando a perda de contato com o solo. São melhor indicados para diminuir o desgaste irregular e garantir aderência e tração em pistas secas.


sulcos longitudinais e transversais nos pneus

Todos eles têm como objetivo melhorar a aderência do pneu em diferentes condições, como em curvas, na hora da frenagem ou em outras situações onde é possível perder estabilidade ou tração. Eles estão presentes para assegurar o máximo de dirigibilidade possível.


Como os sulcos dos pneus evitam a aquaplanagem e melhoram a aderência?

Já vimos que os sulcos são detalhes na arquitetura do pneu que servem para aumentar a área de contato dele com a superfície. Por conta disso, são capazes de demonstrar uma maior aderência, além de uma melhor distribuição da força na hora do rolamento, que ajuda a manter a direção tracionada ao mesmo tempo que torna o desgaste da banda de rodagem mais uniforme. E isso se resumem em alguns quesitos de aderência como:


Estabilidade em estradas secas: a presença dos sulcos traz uma aderência superior, melhorando a dirigibilidade e estabilidade do veículo na hora de realizar curvas e outras manobras. Também garantem uma direção mais tracionada, realizando curvas e manobras com maior estabilidade. 


Capacidade de drenagem de água: os sulcos foram projetados para direcionar a água presente na pista para longe, assegurando maior aderência e contato entre o pneu e a superfície. Isso é fundamental para evitar aquaplanagem também, que ocorre quando uma camada de água se acumula entre pneu e superfície, reduzindo a aderência e causando perda de controle do veículo. 


Extremamente úteis e indispensáveis, os sulcos da banda de rodagem são as principais figuras na hora de avaliar a segurança e confiabilidade de um pneu.


Como verificar o desgaste dos sulcos dos pneus e quando trocá-los

indicador de desgaste dos pneus TWI

👉 É também entre os sulcos principais que estão os indicadores de desgaste dos pneus, o famoso TWI, que são pequenas barras de borracha que servem para indicar a hora de troca dos pneus.


É muito importante sempre acompanhar o desgaste da banda de rodagem e, especialmente, dos sulcos, uma vez que a boa condição da banda de rodagem como um todo é imprescindível para dirigir com segurança.


Para identificar o nível de desgaste dos sulcos, é necessário medir a profundidade dos mesmos. Uma vez que eles precisam de uma fundura mínima para que seja feita a drenagem de água de forma adequada ou para que possam garantir verdadeiramente a melhor aderência nas pistas. Quando os sulcos estão gastos e a superfície do pneu mais lisa, apresenta pouca aderência e uma frenagem menos efetiva também!


Existem diferentes formas de medir a profundidade dos sulcos, inclusive monitorando o indicador TWI (Tread Wear Indicators) no pneu, que é uma excelente maneira de identificar a hora certa de trocá-los por um modelo mais novo. Na ausência do TWI, é possível realizar a medição com uma régua especializada ou com uma moeda também. Por lei, a profundidade mínima do sulco é de 1,6mm, mas caso não tenha a possibilidade de medir, basta inserir uma moeda de um real no sulco e, caso o contorno dourado da moeda esteja visível, é porque o sulco não está profundo o suficiente e é hora de trocar o pneu.


A boa manutenção e cuidados com o pneu são formas de prolongar a vida útil desses sulcos. Uma calibragem adequada ajuda a evitar desgaste irregular, preservando a profundidade dos mesmos, mas um rodízio de pneus realizado de forma adequada também é capaz de aumentar a durabilidade desses pneus. 



Como escolher os pneus com os sulcos adequados para o seu veículo e o seu estilo de condução

Como visto anteriormente, existem diferentes tipos de sulcos, que oferecem diferentes vantagens e focos em outras áreas. Alguns pneus priorizam a aderência e dirigibilidade em pistas molhadas, enquanto outros têm um foco na boa tração, estabilidade e em uma frenagem poderosa. É importante levar em consideração que tipo de estrada e situação você vai encontrar com mais frequência na hora de identificar qual tipo de pneu precisará para o seu carro.


A profundidade do sulco é uma característica crucial, uma vez que sulcos mais profundos garantem uma melhor drenagem e escoamento de água, sendo indicados para lugares com chuva constante. Já os sulcos menos profundos são ótimas escolhas para climas secos, oferecendo grande aderência e tração em pistas sem água, além de um desgaste mais uniforme na banda de rodagem e uma frenagem poderosa e eficiente.


Outro fator determinante para escolha do pneu é o tipo de veículo e a forma como ele será utilizado, levando em conta a carga do veículo e em qual superfície ele vai rodar. Por exemplo, em caso de estradas de terra e outros territórios irregulares, um pneu off-road, com sulcos mais agressivos e uma banda de rodagem com blocos maiores é capaz de entregar melhor tração e escoamento, além das tecnologias de auto limpeza que ajudam a expelir detritos para preservar a durabilidade do pneu.



Gostou do conteúdo?


Ficou com alguma dúvida sobre os sulcos dos pneus? Deixe nos comentários que auxiliamos você. 😉


Não deixe de acompanhar nossas redes sociais: Facebook e Instagram. 📲

1.554 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page