top of page
  • Foto do escritorAchei Pneus

Pneu estepe: é preciso trocar? Tem validade? Saiba tudo sobre ele

Quando falamos de pneus e sua importância para a segurança, também estamos falando do estepe! Um item essencial e que cai no esquecimento de muitos motoristas. O pneu reserva é crucial em situações de emergências e precisa estar em ótimas condições para quando necessitar ser usado.


troca de pneu furado

Embora os motoristas tenham em mente o que seja o estepe, a maioria esquece de dar a devida atenção e só analisa a situação desse pneu na hora que surge um contratempo e ele precisa ser utilizado. Neste artigo, você vai ver quais são os tipos de estepe, como utilizá-los e dicas para verificar a qualidade do seu pneu extra antes de uma emergência.


🛞 Continue a leitura! O que você vai ver sobre o estepe:


O que é um pneu estepe e por que é importante?

O estepe é um pneu temporário usado quando um dos pneus principais sofre algum dano/furo, permitindo ao motorista que realize a troca e siga viagem até encontrar um local seguro para realizar a substituição de forma adequada ou o reparo do pneu avariado.


O primeiro modelo de roda sobressalente — popularizado como estepe — para automóveis foi criado por um mecânico galês chamado Walter Davies. Ele desenhou a famosa Stepney Spare Motor Wheel, que começou a ser produzida em 1904 e rapidamente se espalhou pelo mundo. Stepney Wheel e Spare Tire também foram nomes adotados para esse pneu em outros países.


Apesar de ser muito comum nos veículos, não são todos que possuem o estepe em seu interior, isso porque as fabricantes têm adotado medidas diferentes para uma situação de troca de pneus por perfurações, no caso as tecnologias autosselantes e run flat, que podem ser usadas em veículos com um sistema alternativo de emergência para situações de dano aos pneus.


Tipos de pneu estepe: temporário vs. completo

Há dois principais tipos de pneus reserva: completos e temporários. Mas o que cada um quer dizer na prática? Entenda as diferenças:


  • Estepe completo: é um pneu de tamanho normal, igual aos demais pneus do veículo, permitindo que o motorista continue a viagem sem grandes restrições. Se seu veículo possui o estepe completo, basta fazer o alinhamento e o balanceamento após a troca do pneu e rodar normalmente até surgir outra emergência.


  • Estepe temporário: geralmente menor e mais leve, é projetado para uso em curtas distâncias e velocidades reduzidas. Ele é conveniente devido ao seu tamanho compacto, que economiza espaço no porta-malas, uma opção que está cada vez mais comum nas fabricantes automotivas. A finalidade desse pneu é apenas substituir o pneu furado e permitir que você consiga levar seu veículo até um local especializado mais próximo. Então, ATENÇÃO! Você não poderá rodar normalmente com seu carro com um estepe mais estreito por gerar uma série de problemas, além de ter que trafegar em uma velocidade máxima de 80km/h.


Então, todo pneu mais fino que a medida original do meu carro pode ser um estepe? A resposta é: NÃO!

As regras de trânsito brasileiras não estipulam medidas para a largura do estepe. Por esse motivo, é aceitável que o estepe seja mais estreito, contanto que mantenha a mesma altura do pneu original. A altura, ou perfil do pneu, é definida pela altura total proporcionada pela montagem do pneu mais a roda (veja no último tópico como realizar o cálculo).


Dessa forma, mesmo que você possa utilizar um pneu mais estreito que o pneu instalado, não é qualquer medida que está normalizada para o uso.


estepe no porta-malas

O que diz a lei sobre o estepe?

O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) define os equipamentos obrigatórios para a frota de veículos, incluindo pneu, aro sobressalente, macaco e chave de roda (no caso dos veículos com obrigatoriedade do estepe). E a Resolução do CONTRAN Nº 913/22 estabelece as exigências para o uso de conjuntos de roda e pneu sobressalente temporário, além de sistemas alternativos.


Trafegar com esses equipamentos em desacordo com as normas ou sem o estepe, quando obrigatório, é uma infração grave, sujeita a multa de R$195,23 mais 5 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH), além de possível retenção do veículo.


Meu carro veio sem estepe: o que fazer?

Se você comprou um carro zero quilômetro, é possível que seu veículo não possua estepe, isso porque, em alguns casos, o veículo vem equipado de fábrica com pneus autosselantes ou run flat, que traz em sua principal característica a capacidade “anti furo”, que permite que o veículo ande por alguns quilômetros com o pneu perfurado, sem ficar parado na estrada em uma emergência.


Se o seu carro é zero quilômetro, mas não possui as tecnologias necessárias para um pneu dessa característica, o veículo vem equipado com um pneu de emergência, que pode ser na versão completa (pneu nas dimensões tradicionais ao pneu instalado no carro) ou temporária (estepe mais fino que serve para fazer o deslocamento emergencial até um local especializado).


Agora, caso o seu veículo seja um modelo comprado seminovo ou usado e não tenha o estepe, é preciso regularizar a situação, adquirindo um pneu reserva que esteja de acordo com as normas estabelecidas pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB).


Para ambos os casos acima, é preciso que o estepe esteja sempre conforme as regulamentações de trânsito, independentemente do tempo que ele possui: um, cinco ou dez anos!


Como verificar a condição do seu estepe

Verificar as condições do estepe é muito parecido com a verificação dos pneus instalados, isso porque os pontos a serem analisados são: qualidade da borracha, se há sinais de desgastes, rachaduras, perfurações, bolhas e por aí vai, e, claro, se estão inteiros e calibrados para quando for necessário fazer o uso.


Mas, como fazer essa verificação na prática?


Revise as condições da borracha: quando o pneu fica muito tempo parado, sua borracha pode ser comprometida por conta do clima ou má conservação, gerando picotamento de algumas partes. Além disso, observe por toda a banda de rodagem se há perfurações ou cortes e, ainda, ressecamento da borracha.


Observe a quantidade de ar: veja se os pneus estão devidamente calibrados conforme as especificações do fabricante, certificando-se que estão sempre cheios para, quando forem instalados, cumprirem seu papel com o maior desempenho possível.


Olhe o Indicador de desgaste: se você tem um pneu estepe que não seja novo, observe se há borracha suficiente para rodar, indicada pelo TWI — um indicador presente no sulco do pneu que indica a quantidade mínima que seu pneu deve conter de borracha. Leia mais sobre o Índice Treadwear.



pneus com avarias

Quando substituir o estepe do seu carro

Não há uma data específica para você fazer a substituição do seu estepe. As recomendações para trocar o pneu extra são as mesmas estipuladas para qualquer outro pneu: pelo tempo de garantia ou avarias que comprometam a qualidade da borracha. Por isso, é sempre importante ficar atento ao estado de conservação do seu estepe!


Além disso, você deve substituir o estepe caso ele apresente alguma das más condições mencionadas no tópico acima. Lembre-se: manter o estepe atualizado é essencial para a segurança e a eficiência do veículo em emergências.


A troca do seu estepe também deverá ser feita em caso de perfurações, rasgos ou situações em que não há como reutilizar o pneu para uma próxima necessidade.


Como escolher o melhor estepe para seu carro

Para saber qual a medida que seu estepe pode ter, ele deve respeitar a altura do pneu original. É preciso fazer um cálculo para entender qual medida se encaixa e se atentar para que ela esteja com uma tolerância de 3%.


Para esse cálculo, é preciso entender qual o tamanho que seu pneu possui com a roda e comparar com um pneu compatível com a mesma altura. Você vai precisar então da medida do raio mais duas vezes a medida da altura. Entenda:


Usamos de exemplo o pneu 205/55R17 Bridgestone Turanza T005 91V original do Volkswagen T-Cross.


Pneu 205/55R17 (C1) 

205 > medida da largura em milímetros = 20,5 cm.

55 > porcentagem em relação à largura = 112,75 mm de altura ou 11,2 cm.

R17 > tamanho em polegadas do raio = 431,80 mm de diâmetro ou 43,1 cm.


431,80 + 112,75 + 112,75 = 657,3 mm ou 65,7 cm


Estepe 195/65R15 (C2) 

195 > medida da largura em milímetros = 19,5 cm.

65 > porcentagem em relação à largura = 126,75 mm de altura ou 12,75 cm.

R15 > tamanho em polegadas do raio = 381 mm de diâmetro ou 38,1 cm.


381 + 126,75 + 126,75 = 634,5 mm ou 63,4 cm


No exemplo, o estepe respeitou a tolerância de 3,5% em relação ao tamanho do pneu e estaria apto.


Resumindo, para saber se o pneu que você está analisando poderá ser um estepe temporário, faça o cálculo do tamanho do seu pneu original (C1) e depois compare a medida com o cálculo da opção de estepe (C2). Se ambas as medidas forem compatíveis com uma margem em torno de 3%, o pneu para estepe está apto.


Principais perguntas sobre o pneu reserva

Estepe careca dá multa?

Sim, um estepe careca pode resultar em multa. De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), todos os pneus do veículo, incluindo o estepe, devem estar em boas condições de uso, com sulcos visíveis e em conformidade com as especificações de segurança. Se o estepe estiver careca ou em condições inadequadas, o motorista pode ser autuado e multado.

Pneu estepe tem validade?

Qual é o certo step ou estepe?

Pode andar com pneu de estepe por quanto tempo?


Conseguiu entender um pouco mais sobre o pneu sobressalente do seu carro? Se ainda ficou alguma dúvida, deixe nos comentários que auxiliamos você. 😉


Não deixe de acompanhar nossas redes sociais: Facebook e Instagram. 📲

310 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page