top of page
  • Foto do escritorAchei Pneus

Ruído nos pneus: como identificar o barulho, causas e soluções

Atualizado: 17 de out. de 2023

O pneu do carro está apresentando barulhos fora do comum? Saiba que isso impacta na sua segurança e na de seus passageiros! Por isso, entender as razões por trás dos ruídos dos pneus e saber como lidar com elas é essencial para garantir uma condução tranquila, confortável e segura. Além de manter a qualidade e o desempenho dos pneus.

Nesse artigo, você vai saber quais as possíveis causas para seus pneus apresentarem esses barulhos e quais ruídos são normais em determinados tipos de pneus. Então, vamos falar sobre barulhos no pneu?


O que você vai ver nesse artigo:


Ruído no pneu é normal?

Os ruídos nos pneus são problemas comuns nos veículos, afinal, condições de estradas, manutenções veiculares e outros fatores impactam diretamente nas rodas e pneus dos carros. Embora seja algo comum, é preciso verificar logo de cara quando surge um ruído na direção, pois esses barulhos não são normais e podem se tornar um problema futuro, além de impactar a segurança.


Mas o que causa esse tipo de problema? Há diversas possibilidades em relação aos ruídos dos pneus, desde falta de manutenção até ao formato do modelo de pneu escolhido, os famosos “sulcos do pneu”. Para isso, listamos nesse artigo seis possíveis causas de ruídos nos pneus.


Mas antes de você conhecer as possíveis causas, é preciso entender que há tipos diferentes de barulho e que alguns deles podem ser normais para os pneus.


Como identificar os tipos de ruídos do pneu?

Os tipos mais comuns de ruídos que seus pneus podem apresentar são: zumbidos, chiados e/ou vibração. Para cada um deles há causas específicas, entenda:


Ruído de “zumbido” ou “assovio” do pneu

Esse é um tipo de ruído no pneu que pode ser causado por diferentes fatores. Uma das possíveis causas é a presença de desgaste irregular na banda de rodagem dos pneus. Quando a profundidade dos sulcos não é uniforme, pode ocorrer um ruído de zumbido durante a rolagem dos pneus. Esse é um fator que é impactado pelas condições do solo, onde bandas de pneus mais robustas em solos retos (como asfalto, por exemplo) podem gerar ruídos mais altos. Além disso, a pressão dos pneus também pode contribuir para esse tipo de barulho.


Para distinguir se o ruído é proveniente dos pneus, é importante verificar se ele está diretamente relacionado à velocidade do veículo. Caso o ruído aumente à medida que a velocidade aumenta, é provável que seja originado nos pneus.


Ruído de “rangido” ou “chiado” nos pneus

O ruído de rangido ou chiado nos pneus geralmente tem origem na interação entre os pneus e o solo. Uma das principais causas é a presença de resíduos, como pedras, grãos de areia ou sujeira, presos nas partículas dos pneus. À medida que os pneus se movimentam, esses resíduos podem produzir um ruído de rangido ou chiado.


Além desse fator, a falta de lubrificação adequada nas partes móveis da suspensão ou dos freios também pode causar esse tipo de ruído. Para identificar se o ruído é proveniente dos pneus, preste atenção à frequência e ao ritmo do ruído. Sempre, o ruído de rangido ou chiado está relacionado com o movimento das rodas.


Ruído de vibração do pneu

O ruído de vibração pode ter várias causas, sendo uma delas o desalinhamento dos pneus. Quando os pneus estão desalinhados, as rodas podem entrar em contato com o solo irregularmente, e sofrerem com vibrações e barulhos. Esse é um fator correlacionado com a falta de manutenção do veículo, seja ela preventiva ou não. Por isso, fique atento às manutenções regulares de seu carro!


Além do fator desbalanceamento, um desgaste desigual da banda de rodagem também pode causar esse tipo de ruído. Se os pneus estiverem desgastados desigualmente, os pontos de contato com o solo serão irregulares, gerando vibrações e ruídos durante a condução. Assim como o ruído de rangido, para diagnosticar se o ruído de vibração é proveniente dos pneus, observe se os barulhos/vibrações estão relacionados à velocidade do veículo. Se a intensidade das vibrações e do ruído aumentar à medida que a velocidade aumenta, é provável que os pneus estejam envolvidos.


Causas comuns de ruído dos pneus

Um dos principais fatores que provocam o ruído dos pneus é o desgaste irregular da banda de rodagem, como citado anteriormente, isso por que quando os sulcos dos pneus estão desgastados de maneira desigual, ocorrem ruídos de zumbido ou assovio.


Embora esse seja um grande causador de ruídos, outros fatores podem causar barulhos indesejados, como o caso de problemas de controle do veículo e balanceamento incorreto, que podem resultar em ruídos excessivos — especialmente em altas velocidades. Outro fator a ser considerado é a pressão dos pneus, que pode levar a um desgaste irregular e causar ruídos de vibração.


Sabendo desses fatores, listamos seis possíveis causas de ruídos que seus pneus podem apresentar, entenda quais são elas:


1. Falta de balanceamento dos pneus

O balanceamento adequado dos pneus é essencial para garantir um rodar suave. Se os pneus estiverem desbalanceados, pode haver vibração excessiva, o que pode levar a ruídos. Isso geralmente ocorre devido ao desgaste irregular dos pneus ou ao acúmulo de detritos nas rodas.


2. Pneus mal calibrados

A pressão inadequada dos pneus pode causar uma série de problemas, incluindo ruídos. Pneus mal calibrados — com ar insuficiente — podem criar uma área de contato irregular com o solo, resultando em desgaste desigual e barulhos excessivos. Por outro lado, pneus calibrados com excesso de ar podem causar desgaste no centro da banda de rodagem, também levando a ruídos.


Aprenda como fazer uma calibração correta em seus pneus, clicando aqui.


3. Falta de rodízio nos pneus

O rodízio regular dos pneus é importante para promover um desgaste uniforme. Quando os pneus não são rodados corretamente, pode ocorrer desgaste irregular, resultando em ruídos. Pneus desgastados de maneira desigual podem produzir um som de zumbido ou rugido durante a condução.


O rodízio dos pneus é uma parte da manutenção preventiva e preditiva do seu veículo, então, fique atento quando é necessário realizá-las!


4. Condições adversas em estradas

Superfícies de solo ásperas, como asfalto danificado, buracos ou ranhuras profundas, podem causar ruídos nos pneus. Essas condições podem resultar em vibrações e impactos transferidos para os pneus, gerando ruídos audíveis durante a condução. Além de que, um pneu que passa por essas condições, tende a precisar de uma troca mais rápida, pois, essas condições impactam diretamente na durabilidade do pneu.


5. Condução do motorista

A forma como o motorista dirige o veículo também pode influenciar nos ruídos dos pneus. Manobras bruscas, como acelerar ou frear de forma agressiva, podem causar um atrito excessivo entre os pneus e o solo, resultando em ruídos. Além disso, curvas feitas em alta velocidade ou de maneira abrupta também podem contribuir para ruídos nos pneus.


6. Medida incorreta dos pneus para o veículo

Utilizar pneus com medidas inadequadas para o veículo pode levar a ruídos. Pneus muito largos ou estreitos em relação às especificações recomendadas para o modelo de veículo podem criar um padrão de desgaste anormal, resultando em ruídos durante a condução. É importante utilizar as medidas corretas de pneus conforme indicado pelo fabricante do veículo.


Se está considerando trocar seus pneus por uma medida maior, veja nosso conteúdo sobre medida do pneu e saiba se é, ou não, possível.


Como reduzir os ruídos dos pneus?

Quando se trata de conforto durante a condução sabemos que o barulho nos pneus podem ser o grande incômodo dos motoristas. Pneus com ruídos podem afetar negativamente a experiência de dirigir, causando desconforto e fadiga tanto do condutor quanto dos passageiros. Felizmente, existem medidas que podem ser tomadas para reduzir o ruído dos pneus.


A escolha correta do tipo de banda de rodagem pode desempenhar um papel significativo na redução do ruído dos pneus. Pneus com padrões de banda de rodagem projetados para minimizar o ruído, como os pneus com blocos de borracha otimizados e sulcos mais eficientes, tendem a proporcionar uma condução mais silenciosa. É importante consultar as especificações dos fabricantes e optar por pneus que sejam conhecidos por oferecer baixo nível de ruído, conforme a etiqueta do Inmetro.


Além da escolha de um pneu silencioso, o acompanhamento e o balanceamento adequados dos pneus são fundamentais para uma condução suave e silenciosa. É recomendável realizar regularmente a verificação do balanceamento das rodas e o alinhamento da suspensão. Essas medidas ajudam a garantir que os pneus desgastem de maneira uniforme e reduzam o ruído causado por desgaste irregular.


Manter a pressão correta dos pneus é essencial tanto para a segurança quanto para a redução de ruído. Pneus com falta ou com excesso de pressão na calibração podem gerar ruídos indesejados. Verifique regularmente a pressão dos pneus e ajuste-a de acordo com as especificações recomendadas pelo fabricante do veículo.


Outro ponto a considerar para reduzir o ruído dos pneus é a escolha de pneus com tecnologia de redução de ruído. Algumas marcas oferecem pneus com recursos específicos para minimizar os barulhos. Esses pneus com tecnologia de redução de ruído podem proporcionar uma condução mais tranquila e agradável ao motorista e passageiros.


Aqui na Achei Pneus temos disponível a linha ContiSilent, da Continental. São pneus fabricados com uma camada especial de espuma embutida no pneu, o modelo absorve as vibrações e minimiza a emissão de ruídos causados pela rodagem. Esses pneus proporcionam uma experiência de condução mais tranquila e silenciosa, mantendo o desempenho e a segurança.


Prevenção e manutenção para evitar ruído nos pneus

As manutenções do seu veículo precisam ser feitas com regularidades, sempre respeitando quais os tipos de manutenção precisam ser avaliadas: preditiva, preventiva ou corretiva. Entenda como cada uma funciona:


A manutenção preventiva é realizada pelo motorista antes de viagens ou periodicamente para garantir que o veículo esteja em boas condições para pegar a estrada. O período para levar o veículo ao mecânico é determinado pelo próprio motorista, visando evitar problemas futuros e assegurar um desempenho seguro do veículo.


A manutenção preditiva é baseada nas recomendações do fabricante do veículo. Nesse tipo de revisão, o fabricante sugere um tempo médio ou uma quilometragem mínima para realizar a manutenção. Por exemplo, a cada 10 mil quilômetros, pode ser recomendado fazer o rodízio de pneus. O mecânico de confiança avalia a vida útil das peças e orienta se é necessário substituí-las ou se estão em bom estado de funcionamento.


Na manutenção preditiva é possível evitar alguns ruídos já que questões como balanceamento e alinhamento podem ser realizados antes mesmo de gerarem barulhos nas rodas.


E por último, a manutenção corretiva que é realizada para corrigir peças e/ou defeitos no veículo. Quando um problema é identificado, são feitas as trocas necessárias ou os ajustes nas peças quebradas ou com mau funcionamento. Essa manutenção é realizada em resposta a problemas já existentes, ao invés de ser feita de forma preventiva ou preditiva.


Recapitulando os principais pontos sobre ruído nos pneus

A redução do ruído dos pneus é um aspecto importante para garantir uma condução mais tranquila e confortável para quem está dirigindo ou de carona no carro. Além do fator conforto acústico, a segurança é o ponto principal quando falamos sobre barulho nos pneus.


Ao considerar a escolha adequada dos pneus, optando por modelos com banda de rodagem projetada para minimizar o ruído, podemos reduzir significativamente os sons indesejados. Além disso, o acompanhamento e o balanceamento corretos dos pneus, juntamente com a verificação e ajuste regular da pressão, desempenham um papel crucial na minimização dos ruídos. Ao seguir essas práticas, é possível desfrutar de uma condução mais agradável, com menos ruídos e maior conforto para todos os ocupantes do veículo.



Esse conteúdo te ajudou? Em nosso blog você encontra diversos assuntos relacionados a pneus e suas características. Se inscreva para receber as atualizações em primeira mão.


Acompanhe também nossas redes sociais: Facebook e Instagram e fique por dentro de todas nossas ofertas e conteúdos.

9.465 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page