Conheça o pneu Bridgestone que vai equipar o Lightyear One


pneu Bridgestone carro elétrico solar Lightyear One

A japonesa Bridgestone, a maior fabricante de pneus do mundo, anunciou uma parceria exclusiva com a Lightyear, companhia holandesa inovadora em mobilidade. A Bridgestone desenvolveu pneus exclusivos para o Lightyear One, o primeiro veículo elétrico solar de longo alcance do mundo.

À medida que o mundo busca por fontes de energia mais sustentáveis, a Lightyear está impulsionando o desenvolvimento da mobilidade limpa na indústria automotiva. O trabalho da empresa é construir veículos elétricos que sejam escalonáveis ​​para todos, acelerando processos sustentáveis e gerando impactos positivos.

Parte das pessoas que têm interesse em comprar um carro totalmente elétrico apresenta em geral duas preocupações: eficiência e alcance limitado. Foi o que apontou uma pesquisa feita pela Bridgestone com 3 mil consumidores europeus no começo deste ano.

O Lightyear One chega ao mercado para desconstruir esse conceito. O veículo holandês possui até três vezes mais eficiência em termos de energia, em comparação a outros veículos elétricos alternativos. Sem precedentes no mercado, ele roda por 725 km com autonomia.

Nós não sabemos exatamente de que região do país ou do mundo você nos lê. A Achei Pneus está no sul do Brasil, mais especificamente na cidade de Araquari, em Santa Catarina. Por isso, vamos pegar nosso estado como exemplo.

Com um Lightyear One você poderia percorrer o litoral catarinense do Norte, onde está Araquari, até o extremo Sul do estado. Um percurso de quase 400 km sem precisar recarregar o carro uma única vez. Mais que isso! Ainda teria autonomia para mais 325 km, o que lhe permitiria viajar para a serra catarinense com energia suficiente para apreciar as deslumbrantes paisagens.

pneu Bridgestone

O veículo é carregado diretamente pelo sol, por meio de um teto solar de cinco metros quadrados. Isso tanto minimiza as emissões de CO2 quanto diminui sua necessidade de carregamento, aumentando sua autonomia.

Design que favorece a aerodinâmica

Para alcançar esse desempenho, a Lightyear projetou um veículo que se diferencia pelo coeficiente aerodinâmico, por meio de ganhos substanciais em diversas áreas do seu design. Com pouco mais de 5 metros de comprimento e 1,4 metros de altura, o veículo possui linhas fluidas, justamente com a finalidade de melhorar a aerodinâmica.


carro elétrico Lightyear One

O coeficiente aerodinâmico (Cx), também conhecido como coeficiente de arrasto (Cd), é o que mede a força de resistência do veículo ao ar. Ele é calculado em um equipamento chamado túnel de vento, utilizando um ventilador superpotente.

Neste ambiente são feitas diferentes simulações do fluxo de ar em várias situações. A partir daí os projetistas daquele veículo conseguem calcular o seu coeficiente. Quanto menor o coeficiente, melhor a relação do carro com o ambiente e consequentemente melhor seu desempenho, segurança e economia.

Isso porque você precisará acelerar menos para vencer a resistência do ar. Além de conseguir contornar curvas com mais segurança e ter menos chance de perder o controle repentinamente.

Para você ter uma ideia, o design do Lightyear One permite que ele atinja um coeficiente de arrasto recorde de menos de 0,20. Este é um coeficiente menor que os carros superesportivos mais desenvolvidos do mundo! Os carros brasileiros, por exemplo, possuem coeficientes aerodinâmicos em torno de 0,50.

O veículo terá quatro motores elétricos, um em cada roda. De acordo com a empresa holandesa, isso dará até três vezes mais eficiência ao carro em comparação a uma montagem convencional.

Como são os pneus que vão equipar o Lightyear One?

Para suportar o desempenho do veículo e melhorar ainda mais a sua eficiência, a Lightyear precisava de um pneu com baixa resistência ao rolamento e peso reduzido. Isso preservaria a vida útil da bateria, aumentaria o alcance do veículo e reduziria o impacto ambiental.

“A Lightyear tem impressionado com sua abordagem à mobilidade sustentável desde que vimos a equipe enfrentar o Bridgestone World Solar Challenge. Por isso, estamos felizes em participar do projeto do Lightyear One. A Bridgestone está comprometida com uma redução de 50% nas emissões de CO2 até 2030 e materiais 100% sustentáveis ​​até 2050 e parcerias estratégicas como esta são fundamentais para atingir esses objetivos”, afirma o diretor técnico e de operações da Bridgestone EMIA, Emilio Tiberio.

Para isso, a Bridgestone utilizou de engenharia personalizada para produzir um pneu exclusivo e que estivesse à altura do veículo. Eis o Turanza Eco, na medida 175/60 ​​R19. Em sua fabricação, a Bridgestone juntou duas de suas tecnologias, a ENLITEN e a “ologic”.


Pneus Bridgestone mais leves e com menor resistência ao rolamento

Combinadas, as tecnologias ENLITEN e a “ologic” reduziram o peso do pneu, devido ao menor uso de matéria-prima na fabricação, e diminuíram a resistência ao rolamento. Isso se deve a uma banda de rodagem inovadora e mais estreita, diâmetros maiores, altas pressões de inflação, somadas a um design refinado.

Como o pneu possui uma menor resistência ao rolamento, é possível aumentar a vida útil da bateria do veículo elétrico, já que ela precisará trabalhar menos para que o pneu gire. O menor consumo da bateria também faz com que o carro rode mais tempo sem precisar ser recarregado.

Confira os pneus Bridgestone disponíveis na Achei Pneus Além de ajudar o Lightyear One a viajar mais entre as recargas, a dispersão de sílica do pneu foi melhorada pela aplicação de uma nova tecnologia de mistura. Foram reduzidos cerca de 3,6 kg no peso do pneu por veículo, o que também diminui o consumo de bateria. O melhor de tudo é que essas melhorias não resultaram em perda de segurança. O desenho da banda de rodagem e os materiais de sua composição garantem aderência ao solo tanto em pistas secas como molhadas.

Pela primeira vez, os pneus Turanza Eco levarão a nova marcação EV da Bridgestone nas paredes laterais. Esses pneus suportam as características exclusivas dos veículos elétricos e atendem aos requisitos dos fabricantes quanto à autonomia da bateria, controle do veículo e vida útil do pneu.

Foto do pneu Bridgestone instalado no carro elétrico Lightyear One

A Bridgestone também utilizou sua tecnologia Virtual Tire Development, que permite a modelagem precisa do desempenho de um pneu sem ter que produzi-lo e testá-lo fisicamente. Dessa forma, a marca economiza até 40 mil km em testes externos e de frota na vida real. Além disso, a tecnologia pode reduzir o tempo de desenvolvimento de produtos e testes de pneus de frota e ao ar livre em até 50%.

A comercialização do Lightyear One tem previsão para começar no final de 2021. Já garantiu o seu? Cada exemplar deve custar 150 mil (euros), aproximadamente R$900 mil.


Continue com a gente. Separamos outros posts para você!